Coincidência? Sincronia?

Será mesmo que existe COINCIDÊNCIA? Segundo a Teoria do Caos, pequenas mudanças em determinados eventos podem ocasionar consequências inimagináveis e que, levando-se em conta a imprevisibilidade dos mesmos, poderiam gerar o caos. Maaaaas, e daí? Bem, gostaria de propor que guardássemos a palavra SINCRONIA como o “Ás da manga”, para tentarmos elucidar alguns fatos mais adiante.

É sabido que Nietzsche, e também Freud, apreciavam bastante o nosso querido camarada Dostoiévski, e que todos eles foram mentes muito à frente do seu tempo, não só em nível de elucubração, mas também de ações e atitudes que alçassem mudanças no contexto do seu tempo. Isto posto, lhes mostro a encruzilhada em que me vi presa; em Os Irmãos Karamázov, Dostoiévski faz uma clara denúncia/crítica acerca das especialidades médicas, e o faz por meio de uma personagem bastante inusitada – o diabo (figura literária utilizada para denotar o alterego de outro personagem). Até aí, tudo bem, nada de novo, mas eis que

me deparo com algo extremamente similar em Nietzsche (não tenho acurácia alguma para afirmar isso, mas se alguém o tiver, por favor, dê-nos uma mãozinha), e fiquei a pensar que ele pode SIM ter nadado e se inspirado em águas Dostoiévskianas quando da composição das suas passagens. Talvez, seja só ilusão de minha parte, mas não consegui esquecer.

Abaixo trago o ponto de vista de Dostoiévski e, mais adiante, as palavras de Nietzsche, com o intuito de que possamos analisá-las. Achei muito interessante a denúncia feita por ambos e, ainda que não haja nenhuma coincidência, ao menos podemos brincar de estabelecer paralelos, ou quiçá, acreditar numa espécie de SINCRONIA (lembram do “Ás da manga”? Pois, era pra ser usado aqui!), extremamente fortuita, afinal, as ESPECIALIDADES (tanto a médica, quanto a intelectual) ainda são uma das práticas mais entranhadas da face da terra.

____________________________________________________________________________

“Que filosofia, se estou com todo o lado direito paralisado, gemendo e mugindo? Fui a todos os médicos: fazem excelente diagnóstico, explicam toda a doença na ponta dos dedos, mas curar que é bom, ninguém sabe. Apareceu um estudante cheio de entusiasmo: se o senhor vier mesmo a morrer, diz ele, saberá perfeitamente do que morreu. E sempre essa mania de nos encaminhar a especialistas, como quem diz: nós apenas diagnosticamos, agora vá consultar o especialista fulano de tal, que ele o curará. Uma coisa eu te digo: não há nem mais sinal daquele médico de antigamente que tratava de todas as doenças, hoje só há especialistas que só fazem propaganda nos jornais. Estás com dor no nariz, te mandam a Paris: lá, dizem, um especialista europeu cura narizes. Uma vez lá, ele te examina e diz: “só posso curar a narina direita, porque não curo narinas esquerdas, não é minha especialidade, mas vá a Viena, lá um especialista específico curará sua narina esquerda”. O que fazer? Apelei para os médicos populares; um médico alemão me aconselhou a esfregar o corpo com mel e sal durante o banho. Lá fui eu, só para voltar à casa de banhos: lambuzei-me dos pés à cabeça, e tudo em vão. Desesperado, escrevi ao conde Mattei, de Milão; enviou-me um livro e umas gotas; que fique com Deus. Imagina: o extrato de malte de Hoff resolveu! Comprei-o por acaso, tomei um frasco e meio, e tudo desapareceu como por encanto.” (Dostoiévski, F. Os Irmãos Karamázov, Ed. 34, vol. 2, p. 830).

____________________________________________________________________________

“Certa manhã, despertando antes do amanhecer, no leito meditou por muito tempo, e finalmente disse ao coração:

  • Por que, quando sonhava, assustei-me tanto que despertei? Não se aproximou de mim uma criança que levava um espelho?
  • Zaratustra! – disse-me a criança, olha-te no espelho!

Mas quando olhei o espelho, lancei um grito, e deu-me um baque o coração: porque não era a mim a quem vi, mas a caratonha sarcástica de um demônio” (NIETZSCHE, F. Assim Falava Zaratustra, Ed. Vozes, 2008, p.115) .

___________________________________________________________________________

“A minha consciência intelectual exige-me que saiba uma coisa e ignora o restante. Tenho horror de todos os semissábios, de todos os nebulosos, flutuantes e visionários […] Onde cessa a minha probidade, sou cego, e quero ser cego. Mas onde quero saber, também quero ser probo, isto é, duro, servo, estreito, cruel, implacável” (NIETZSCHE, F. Assim Falava Zaratustra, Ed. Vozes, 2008, p.320).

Anúncios

2 comentários sobre “Coincidência? Sincronia?

  1. De fato é uma complicidade mesmo o humano, corpo e alma.

    Por cada parte de seu corpo poder dar problema, doença, de fundo genético a acidente, de mutação causada por alimentação ou remédios- não tem mais como ter um médico único- mas deveria ter especialistas que conversassem, trabalho em equipe, na resolução de problemas….

    Além de que, a parte espiritual também pode causar doenças, pensamentos a gerar atos, destes a doença- como saber se a manutenção de um pensamento gera tal doença?

    sou favorável às especialidades, sem a endocrinologia, o tratamento desde o nascimento de minha hiperplasia adrenal congênita- não estaria vivo; mas este tratamento gerou minha perda óssea, a qual por agora está sendo remediada com vitamina d semanal em gotas.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Verdade, amigo. Tudo influencia. E, para o bem e para o mal, as especialidades têm o seu valor. Às vezes, a busca por um especialista retarda demais o processo, mas ter o auxílio de um especialista quando mais se precisa, bom, é algo realmente inquestionável. Ter a chance de encontrar uma solução para os seus problemas é algo fantástico.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s