Pedacinho do céu

Valentina sempre achou interessante experimentar caminhos diferentes para chegar ao trabalho. Gostava muito de variar as paisagens, as ruas e, principalmente, de curtir a energia que os dias de sol imprimem às pessoas. Com esse intuito resolveu subir uma escadaria que era conhecida, por todos da empresa, como atalho, apesar do aspecto deserto e pouco convidativo.

A escadaria ficava em frente a um dique, rodeado por árvores lindas. Era bem comprida, ficava aos fundos de algumas poucas casas de muros altos e, mais à frente, viam-se, também, os fundos de alguns apartamentos. Durante a semana, havia um zum zum zum de gente passando (isso a fez decidir passar por ali nos dias úteis), já nos finais-de-semana era significativamente deserta e, curiosamente, havia também um par de olhos singulares que a deixaram um tanto inquieta, a princípio, mas depois, somente atenta.

Mas, que olhar era aquele que não revelava a sua vocação? Valentina passou a fitá-lo constantemente e como não tinha ímpetos de lhe falar, passou a desejar-lhe “boas energias” através daquele gesto apenas, o olhar. Assim, num sábado qualquer, e, um tanto atrasada, resolveu arriscar-se no deserto da escadaria. Quando desceu do ônibus, encontrou uma amiga, Ísis, e ambas subiram mais tranquilas. Conversa vai, conversa vem, Valentina já estava começando o seu ritual do olhar quando foi surpreendida por Ísis:

_ Boa tarde!!!

Valentina, aturdida, só conseguiu perguntar:

_ Você falou com ele?

Ísis, muito espontaneamente, respondeu:

_ Eu falo com ele todos os dias, só que ele não me responde.

Valentina, emocionada, só conseguiu responder:

_ Ísis, você me deu um pedacinho do céu, agora. Você me deixou muito, muito feliz!!! Me dá um abraço?

Então, Valentina começou a falar sobre quando havia visto aquele mendigo pela primeira vez; de como era paradoxo, ímpar e, ao mesmo tempo, tão bondoso o seu olhar, apesar de morar na rua; de como eles se viam e se percebiam, mas só agora, com aquele afetuoso “boa tarde”, ela havia sentido a necessidade de romper com o ciclo de olhares e ousar novas possibilidades.

Anúncios

2 comentários sobre “Pedacinho do céu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s