It was midnight in the Howling Forest.

Ai, gente, gosto tanto desse filme e o post foi tão amorosamente escrito que pedi ao querido Igor para compartilhar. Então, eis-me aqui revivendo e os presentando com The Neverending Story, by O reduto do bardo.
Beijos

O Reduto do Bardo

Boa noite, senhoras e senhores, espero que estejam tendo uma grande noite de quinta-feira (ou melhor, madrugada de sexta-feira). Finalmente, depois de um relativamente longo hiato, chegou a hora de continuar os posts sobre fantasia! Tenho que admitir que foi difícil escolher o último filme desse bloco, mas a penosa escolha foi feita e agora é hora de falar sobre um filme completamente desconhecido, que ninguém nunca assistiu ou ouviu falar, e também nunca passou na Sessão da Tarde: “A História Sem Fim” (“The Neverending Story”, 1984), dirigido pelo  alemão Wolfgang Petersen e estrelado por Barret Oliver e Noah Hathaway.

the-neverending-story-56671197ed80a

Bastian (Barret Oliver) é um garoto que mora com o pai em um subúrbio bem comum. Como parece ser a sina de muitas crianças em uma certa idade, ele é perseguido constantemente pelos valentões da escola, que criaram o hábito de jogá-lo em grandes lixeiras. Em uma dessas perseguições, Bastian…

Ver o post original 1.254 mais palavras

Energia Pura

Desde a semana passada que ando pensando no filme Energia Pura (Powder) e lembrei que, inclusive, já havia feito um texto, que teve participação especial no blog de uma querida amiga – Simone Anjos – do Toque de Anjo, nos idos de 2009. Mas, com a semana agitada, final de semestre, trabalhos, seminários, provas, etc. e tal, acabei deixando pra lá. Até que ontem, minha prima Juliana, sempre sintonizada comigo, toca no assunto dizendo que lembrou do filme e que desejou ver a resenha aqui. Pois, rimos feito bobas ao ouvir as palavras uma da outra, felizes com a sincronia dos pensamentos e refletindo sobre como tudo isso é fantástico. Assim, sem mais delongas, não existem mais desculpas para postergar esse post, rsrsrs… 🙂

Continuar lendo Energia Pura

Black Swan

Black Swan
Fonte: Google imagens

Anedotas: Primeira (clichê 1): “Seu maior inimigo é você mesmo”; Segunda (obviamente, clichê 2): “Perseguir a perfeição é tolice”. Hohohoho… Se por estatística ou mera observação, o fato é que podemos afirmar a existência de milhares de Ninas e Ninos mundo afora; Pessoas que, infelizmente, vivem encarceradas em brumas de ilusões, alicerçadas em introspecções degeneradas, pessoas que subtraem-se da alegria de viver por não se desgarrarem dos traumas e, como se não fosse bastasse, nutrem uma dose demasiado amarga de orgulho e medo em detrimento à falta de amor próprio e de fé… Triste espectro da realidade!!!

Continuar lendo Black Swan

DeLarge

Fonte: Google Imagens
Fonte: Google Imagens

Inquisidor Caótico Plástico Desconexo
Político Atroz Insone Indigesto
Viril Insípido Idealista Pecador
Impotente Dependente Vítima Sabotador

Inconseqüente Obscuro Displicente Rejeitado
Exótico Culpado Vingador Abandonado
Insensato Intimista Imoral Indecente
Miserável Pequeno Algoz Pungente

Insone Arrogante Pleno Solitário
Discrepante Extenuante Vil Refratário
Hostil Insaciável Execrado Calculista
Hipócrita Mordaz Insalubre Niilista.

DeLarge, DeeeeeeeLarge, que aventura é essa de ser HUMANO?!!!

Thanks, Kubrick!!!!!
A 9ª Sinfonia de Beethoven nunca mais foi a mesma; Tampouco, tomar leitinho!!!

Mr. Nobody

Aaaaaaaaaaai, as palavras, o quanto me fisgam, me inebriam, me entorpecem, me distraem… Lê-las, ouvi-las, mostrá-las, encontrá-las, decifrá-las, tanto faz, só quero tê-las por perto… Todavia, confesso que sinto um enorme prazer em ouvir; a coisa se configura como uma espécie de momento de revelação, um momento onde o outro se doa e você recebe e vice-versa; um momento de perscrutar, de distinguir algo novo ou, simplesmente, de apreciar o que já se conhece, afinal, que graça teria a vida se não fossem as trocas? Que graça teria a vida se continuássemos a enclausurar o conhecimento?

Continuar lendo Mr. Nobody